Auditora-Chefe do DA III
Maria da Luz da Costa Fernandes Dias Barreira

Curriculum Vitae

Experiência Profissional

​Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa na vertente das Ciências Jurídico-Económicas.

Pós-graduada em gestão de unidades de saúde, na Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais da Universidade Católica Portuguesa. Diploma de especialização em Avaliação do Desempenho pelo Instituto Nacional de Administração.

Nomeada auditora chefe, em comissão de serviço, para o Departamento de Auditoria III, com efeitos a 5 de julho de 2018, cargo que atualmente exerce.

Diretora de serviços do Departamento de Gestão Financeira e Patrimonial do Tribunal de Contas, desde 1 de agosto de 2014 a 4 de julho de 2018 tendo, durante esse período, exercido funções de vogal efetiva do Conselho Administrativo do Tribunal.

Consultora da Direção -Geral do Tribunal de Contas tendo exercido funções, de janeiro de 2011 a julho de 2014, integrada em departamento de fiscalização sucessiva.

Exerceu o cargo equiparado a diretora de serviços das áreas, financeira, pessoal e académica em instituição pública de ensino superior da Universidade Técnica de Lisboa e por inerência integrou o respetivo Conselho Administrativo.

Exerceu o cargo de chefe de equipa multidisciplinar de auditoria do desempenho organizacional e do controlo financeiro, equiparado a diretor de serviços, da Inspeção-Geral das Atividades em Saúde, responsável pelo planeamento, gestão e avaliação da atividade desenvolvida por 20 inspetores.

Exerceu funções de inspetora do então quadro de pessoal da Inspeção- Geral dos Serviços de Saúde. Participou e coordenou a realização de auditorias financeiras e de gestão em institutos públicos, entidades da SPA, entidades públicas empresariais tuteladas pelo ministério da saúde e a parcerias público-privadas, algumas enquadradas no quadro de funcionamento do Sistema de Controlo Interno da Administração Financeira do Estado. No âmbito do Sistema Nacional de Controlo do III QCA ao nível FEDER, foi responsável, ao nível da coordenação, pelo planeamento e execução de auditorias no quadro do controlo financeiro de fundos estruturais e de coesão.

Integrou grupos de trabalho, com vista à preparação ou reformulação de projetos de diplomas legais e regulamentares e ainda comissões e júris para a realização de concursos de pessoal e de aquisição de bens e serviços e empreitadas. Participou em seminários e em representação da IGAS no comité operacional da European Healthcare Fraud and Corruption Network.

Responsável por ministrar o módulo “Sistemas de Controlo Interno. Relações com o controlo externo” na Pós Graduação em Finanças Públicas para auditores do Tribunal de Contas de Angola que decorreu em janeiro de 2017.