DIA DA ESCRITA À MÃO: HISTÓRIA DO TRIBUNAL DE CONTAS TAMBÉM SE FEZ COM A “POESIA” DAS LETRAS

2021.01.23

No Dia Mundial da Escrita à Mão, que hoje se comemora, coloca-se a questão: Haverá ainda lugar para a arte das letras desenhadas num mundo recente e de massificação de tecnologia e dos teclados?

Atualmente entregues em formato digital e por meios eletrónicos, as contas públicas nem sempre foram apresentadas ao Tribunal de Contas desta forma. A História do Tribunal de Contas também se fez com a “Poesia” das Letras desenhadas, tendo a própria prestação de contas sido, durante séculos, uma verdadeira forma de arte, através da caligrafia.

No Arquivo Histórico do Tribunal de Contas encontramos muitos exemplos que o provam, dos quais damos a conhecer dois livros que, pela riqueza dos tipos caligráficos, se destacam dos vários conjuntos documentais.

O primeiro é o Livro de conta corrente de António Xavier Soeiro e seu irmão, Manuel de Sousa Soeiro, como Tesoureiros Gerais das Sisas do Reino e seus depósitos, nos anos de 1752 a 1759.

Trata-se de um livro de contas que se destaca de todos os outros do Arquivo Histórico do Tribunal de Contas, ao integrar manuscritos e numerados 131 fólios - palavra já hoje desconhecida para muitos, mas que se refere ao conjunto de duas páginas de uma folha de papel num livro numerado por folhas e não por páginas.

Fazendo lembrar as iluminuras de outros tempos, o livro apresenta capitais ornamentadas, pintadas a dourado e outras cores, diferentes em cada fólio, e com os característicos registos das receitas (“Devem”), observado no livro à esquerda, e o registo das despesas (“Hão-de haver”), à direita, em cores diferentes.

O segundo livro escolhido é o do Relacionamento do Arquivo da Tesouraria Geral das Tropas das Províncias do Norte e Partido do Porto, com a data de encerramento de 31 de maio de 1826.

 

Com 101 fólios manuscritos numerados, este livro apresenta dezenas de tipos caligráficos.

Por isso, no dia que hoje se celebra, fica lançado o desafio para conhecer este espólio do Tribunal de Contas:

Dia da Escrita à Mão – Arquivo Histórico do Tribunal de Contas